domingo, 21 de agosto de 2011

A Morte, segundo Mkmouse






Pois é, a Morte não é o bicho de sete cabeças que todo mundo pensa não; pensando bem eu nem mesmo posso garantir a ela a existência de uma cabeça sobre a Atlas, aquilo desde a idade média que é tida como só ossos embrulhados em um albornoz cinza e inexplicavelmente segurando uma ceifadeira.

Existe desde que a vida existe e ao contrário da vida que é um conceito primitivo, a Morte é perfeitamente explicável e compreensível, pode parecer que não, mas é porque ela esta sempre envolvida em complicações e muito profundamente com os mais diversos sentimentos humanos os quais sempre são fortes os suficiente para escapar à linha razão.

Um rato pode entender esta Morte, ela é apenas e tão somente um portal, uma passagem e não o fim da vida; alias, o contrario de vida não é Morte.

Entender esta Morte requer conhecimentos que os ratos possuem naturalmente sobre o tempo (nossa vida é bem curta), sobre a teorias quânticas, conhecimentos de universos múltiplos, paralelos ou não, estando ou não em pontos de intersecção no momento do evento, ou mundos atemporais, pontuais, cuja existência real em cada universo é tão efêmera que deixa tudo o que possa ser imaginado como efêmero parecendo uma eternidade.

Por ser o Homem a grandiosidade, afinal de contas foi feito à imagem e semelhança do Deus Criador, Único e Incriado claramente o centro do universo é também o centro de toda a criação divina é indubitavelmente o povo de Deus (há entre eles algumas controvérsias quanto a isso), não perdem o seu mais que precioso tempo atinando com a percepção animalesca de miseráveis ratos sobre este tema e para ser mais realista, isto nem mesmo lhes chega ao conhecimento.

Capela Sistina – Vaticano – O nascimento de Adão
Michelangelo Buonarotti


É por isso que a Morte para o Homem é um mistério insondável.

A Criatura Humana confunde a Morte, simples corriqueira e frugal com a outra Morte, a maior, aquela que como a vida é um conceito primitivo, aquela que é a guardiã da imortalidade.

A guardiã da imortalidade é tão real quando a nossa velha conhecida e foi descrita em Hebreus 9:27, pelas palavras e letras do escriba; este que na época em que escreveu o que entendeu do que lhe foi dito não sabia descrever um simples lápis e isso simplesmente porque este, o lápis, ainda não existia;

No entanto, quem descreveu o fato ao escriba que o registrou da sua maneira e modo consoante a época em que ele vivia, sabia naquele dia o seu nome, meu leitor.

E entre as duas Mortes há apenas uma diferença.

A primeira, nossa companheira do dia a dia trás consigo sempre implicações das mais diversas e problemáticas, problemas às vezes dos mais “cabeludos”, sempre está rodeada pela dor, quer seja pela perda ente querido, ou não, e sempre injeta um aperto de saudade inconfundível no mais íntimo do coração daqueles que ficam e que amavam o que se foi.

 O Japão registra 12.157 mortos e 15.496 desaparecidos depois do terremoto

Se você está passando por isso ou já passou tenha certeza, você esta vivo e o seu ente querido também está vivo seja la como for e onde Deus quiser.

A guardiã da imortalidade trás consigo apenas o esquecimento, o nada; antes dela o tocar, você era uma criatura e tinha uma individualidade, uma história, um futuro, depois que ela o toca sua individualidade desaparece, não existe mais e o que acontece nem mesmos nós os ratos sabemos.

A gente apenas espicula que se retorna a fonte original, sem nada, sem memorias, sem sentimentos, apenas mais um pedaço de algo que só Deus sabe o que é, o que mesmo assim não é possível de existir após o toque da alerta Guardiã; em fim nada, apenas nada.

Todo aquele que a Guardiã da Imortalidade toca nunca existiu, nem existirá jamais.

Se você se lembra de tudo, da sua vida normal e seus amigos e parentes, consegue ver e imaginar o seu futuro, relembrar muito do seu passado, tenha certeza que você está vivo e bem vivo e que todos em todo o universo sabe disto, se a Guardiã da Imortalidade o houvesse tocado você este paragrafo não faria o menor sentido para você. a nada ou ninguém em todo o universo da criação, independente de toda e qualquer hipótese imaginável.

O engraçado nisso é que a Guardiã da Imortalidade, a Morte Maior, está e pela vontade do próprio Deus Criador, Único e Incriado, destinada apenas aos Homens!

Pergunta de rato:



Porque será em???





mkmouse




terça-feira, 2 de agosto de 2011

Terceiro Aniversário

Este blog faz este mês o seu 3º aniversário, dia 06 de agosto.

Nestes anos que passaram eu passei o meu pensamento sobre diversos assuntos para o papel virtual

Mostrei também e de passagem a minha indignação com determinados fatos e em especial com determinadas linhas de pensamento (ideias) que apesar de parecerem inocentes e até mesmo lógica aos menos avisados, nada tem de inocente além de serem, como lógica, sofismas (malfeitos e subestimando a inteligência alheia) que acabarão levando a um inevitável desastre.

Nestes anos sempre escrevi o óbvio, o arroz com feijão, não inventei nada, não criei nada apenas vi “a nova roupa do imperador” e a descrevi em detalhes para quem quisesse ler, (rir,chorar) ou também ver estas maravilhas das novas políticas, corretas e populistas, de baixíssimo custo.


Nestes 3 últimos anos eu não mudei em nada o mundo, apenas descobri que apesar das distâncias, das barreiras idiomáticas e em especial do culto e da apologia à ignorância, este rato não está só, existem mais ratos neste mundo do que logra a insignificante, parca e mesquinha, mentalidade dominante conceber.

É, nós somos muitos e não podemos ser vencidos, mesmo quando isolados e incomunicáveis; nós os ratos só vamos perecer (e isto não é uma certeza) quando todo o planeta Terra por fim morrer em uma morte natural ou não.

Então este blog homenageia todos os ratos do Planeta e seus companheiros extra planetários com mais um bolinho virtual de aniversário e um pequeno desenho animado muito do nosso gosto.

Divirtam-se amigos!



Desenho animado:- Pinky cantando a canção do queijo.

video

mkmouse